segunda-feira, 4 de maio de 2009

Portugalgym - Balanços

Primeiro que tudo gostaria de explicar a razão de não ter havido um post Portugalgym - Dia 2 e 3: Incidências do Portugalgym e cansaço.

Mas vamos lá aos balanços. Primeiro relativamente à organização que deixou muito a desejar. Foram várias falhas, umas dos responsáveis da Federação e outras das entidades que colaboraram neste evento. Não me alongo muito porque fizemos chegar a quem de direito as nossas razões de queixa. Nem tudo foi mau e alguns dos locais de exibição foram bem escolhidos, a simpatia de muitas pessoas, como por exemplo as senhoras do refeitório da Escola Superior de Educação.



A classe de Iniciação foi uma revelação, deu trabalho levar esta gente, mas penso que falo por todos quando digo que valeu a pena. A excitação e a energia em determinados momentos foi difícil de aguentar, mas foi revigorante ver o entusiasmo destes meninos e meninas nesta participação no Portugalgym. Sendo a primeira vez para todos eles, não só a participação num evento deste mas o estar longe dos pais, só posso dizer que correu muito bem. No aspecto gímnico, apesar de algumas falhas, o balanço é muito positivo. Esperemos que as consequências desta participação se venham a reflectir positivamente no futuro. Creio que sim, mas só o futuro o dirá.

Foi gratificante ver o desfile do Portugalgym, pois entre nós comentámos que desta vez a Tuna não passou despercebida, pois com uma delegação de 58 pessoas fizemos sentir a força da Tuna.

Quanto aos pais também quero fazer um balanço. Foi positiva a participação dos pais junto de nós no Portugalgym. Foi bom sentir o seu apoio. Nas exibições sentimos também a sua presença e apoio. No entanto alguns limites foram ultrapassados e geraram interferência na dinâmica do grupo. E a palavra grupo aqui faz muito sentido. Para ser mais claro vou dar três exemplos: No desfile foi bom sentir a participação dos pais mas alguns esqueceram-se que nem todos os atletas tinham lá os respectivos pais e chegaram-se perto demais dos seus filhos não verificando que com isso poderiam desencadear reacções nos outros de saudade, nomeadamente nos mais pequeninos, que quem teria de resolver eram os técnicos; na gala, no estádio mais uma vez os pais presentes só pensaram nos respectivos filhos e esqueceram os outros, pois quando me pediram se podiam comprar comida para os respectivos filhos esqueceram mais uma vez que os outros não tinham lá ninguém. Nesse momento se não tivéssemos intervido teria sido complicado gerir a situação. É que os outros também tinham fome. Na exibição no Dolce Vita em determinados momentos foi difícil gerir o grupo pois cheguei a ter que chamar alguns atletas para junto dos outros para trabalharem ou estarem controlados, ou até mesmo para assistir à exibição dos colegas. São situações que em futuras participações não poderão ocorrer, pois interferem com a dinâmica do grupo e mesmo com a disciplina do mesmo. Só como exemplo, eu tenho uma familiar no grupo e só durante este Portugalgym é que alguns colegas descobriram tal facto e porque não me chamava pelo nome.



Quanto à classe de Exibição, não farei aqui comentários quanto aos aspectos gímnicos, pois esses serão e foram feitos nos locais devidos. O meu balanço diz respeito à postura e atitudes tidas neste evento. Quebraram regras sem terem esclarecido antes se as podiam quebrar, ou melhor, não procuraram saber quais as regras em vigor para este Portugalgym. Aliás não é a primeira vez que sou posto ao corrente de determinadas situações no momento, ou seja em vez de se perguntar antes se posso, chega-se ao momento e diz-se que fiz "isto". Exemplo disto foi terem levado telemóveis sem perguntarem se podiam sabendo que as informações para a Iniciação era que não podiam levar. Aliás houve quem me dissesse que me explicaria a razão de levar e ainda hoje estou há espera da explicação.

Mas o mais grave foi, que, depois do pedido de colaboração feito aos mais velhos para ajudarem com os mais pequenos, aquilo que se viu foram situações pontuais de alguns elementos. Aliás o melhor exemplo foi o almoço de sábado, em que os mais velhos tendo visto a ajuda que nós dávamos aos mais pequenos nas refeições, resolveram ir todos para a frente da fila deixando os mais novos no fim da mesma!

Aliás esta falta de espírito de grupo não vem de agora. Aliás várias vezes tenho sigo gozado com o facto de falar no grupo, mas as atitudes egoístas dos elementos deste grupo demonstram infelizmente o egoísmo que impera na juventude de hoje. Meditem, se quiserem, nisto e poderemos falar.

De referir que no almoço final houve muita colaboração, mas após ordens minhas, e não por voluntarismo.

Bem já vai longo este post, mas era preciso fazer um balanço, e se não dissesse algumas das coisas que disse não me sentiria bem comigo. As opiniões aqui expressas são minhas, resultam dos meus pensamentos e das conversas tidas com as pessoas com quem trabalho.

Até à próxima!

9 comentários:

Anónimo disse...

Como mãe que estive em Coimbra fico muito triste com os comentários feitos aos pais.
Por acaso a minha filha foi comer, mas pediu ela ao professor Ricardo.
Ela foi comprar com o dinheiro que tinha.
Não houve interferência da nossa parte.
De qualquer forma aproveito para dar os Parabéns a todos da equipa técnica e aos atletas, mesmo aos mais velhos, porque acredito que com esta experiência menos boa em todos os sentidos irão repensar e crescer.
Da minha parte peço desculpa por ter estado mais próxima do que devia da minha filha no desfile, no centro comercial não esteve ao pé de mim, só no fim que me veio desejar um bom dia da mãe.
Obrigado pelo recado também aprendi algo.
A mãe de dois atletas que participaram em Coimbra.

Anónimo disse...

Em relaçao ao fim de semana,acho que ate correu bem e dou os Parabens aos nossos pequeninos q se portaram lindamente.
Agora em relaçao á classe de exibiçao acho que deviamos sentar nos todos e conversarmos,porque á muitas pessoas que tem coisas para dizer...

Gostei muito do fim de semana :D

Beijinhos
Ana Teresa

Anónimo disse...

Para a classe de exibição
Desejo que hoje façam uma grande noite e que corra tudo pelo melhor.´
Fico a torcer por vocês

Anónimo disse...

Desejo que a exibição de hoje da classe TUNAcro seje em grande como o clube bem merece.
Força para todos

Anónimo disse...

Força miúdos, e acredito que vão brilhar como é costume, lá porque correu menos bem em Coimbra, não quer dizer nada.
Têm um esquema fantástico e vocês também são muito bons por isso levantem a cabeça e vamos lá mostrar o que valem.
FORÇA MIUDOS

Anónimo disse...

É isso mesmo entrem de cabeça erguida.
O esquema é lindo dem lhe alma e vida.
E no fim força no grito,por esta noite e pelo que ficou por dar em coimbra.Por voces,pelos pequeninos e pela Tuna.
FORÇA TUNAcro

Fernando M disse...

Só duas notas para todos os anónimos.
Obrigado pelo vosso apoio, participação e sugestões.
Por favor assinem os vossos futuros comentários, pois torna-os mais pessoais.

Bjs e até já,
fernando

Anónimo disse...

Os anónimos são pais que foram apoiar,gritar,assistir e dar força a malta toda a Coimbra.
É que nós cá fora tambem somos um grupo que estamos sempre a torcer para que todas as exibiçoes sejam magnificas,e que corra tudo muito bem.PARA TODOS.
Força bjs.....

Patrícia disse...

Mais uma apresentação que vou falhar e para a qual desejo sorte!
Os incentivos e críticas têm sempre um rosto e gostamos que também tenham um nome, tal como até agora tem acontecido. Também por isso somos diferentes e é por isso que somos a Tuna.
Bjs